História | Kabbalah Centre Portugal

História

Todos os ensinamentos do Kabbalah Centre são baseados nos antigos textos da Kabbalah, tais como O Zohar e os escritos do grande Kabbalista do século XVI, Rabbi Yitzchak Luria, O Ari.

A compreensão profunda destes textos fundamentais foi transmitida directamente de mestre para discípulo ao longo de 4.000 anos. Em 1922, o fundador do Kabbalah Centre, Rav Yehuda Ashlag, completou a primeira tradução do Zohar do antigo idioma aramaico para o hebraico dos dias de hoje. Foi um momento importante na história da Kabbalah, por ter marcado a primeira vez em que essa sabedoria se tornou disponível a leigos. Após a passagem de Rav Ashlag, Rav Brandwein, o seu discípulo mais próximo, deu continuidade ao processo de divulgação da sabedoria da Kabbalah. Rav Berg estudou com Rav Brandwein durante anos e os dois tornaram-se muito próximos. Após a passagem de Rav Brandwein, a liderança do Kabbalah Centre foi entregue a Rav Berg. Como reflexo desse legado, o Kabbalah Centre tem o privilégio de possuir a correspondência original trocada entre Rav Brandwein e Rav Berg, prova da sua profunda ligação.

 

O Kabbalah Centre orgulha-se do seu sucesso em transmitir esta antiga sabedoria numa linguagem moderna, de modo a que as pessoas possam utilizá-la para melhorar as suas vidas. Com este intuito, o Kabbalah Centre publicou inúmeros livros e guias de meditação. De todos, talvez o mais importante seja a primeira versão completa, em 23 volumes, da tradução integral para a língua inglesa do livro “O Zohar”, por Michael Berg. Durante séculos existiram traduções parciais - mas nunca uma tradução literal completa.  O Zohar está escrito na antiga língua aramaica, a língua irmã da hebraica.

 

CRONOLOGIA HISTÓRICA

.    Avraham – há 4.000 anos

.    Rabbi Shimon Bar Yochai – 70 A.C.

.    “O Ari”, Rabbi Yitzchak Luria - século XVI

.    Rabbi Avraham Azulai – século XVII

.    Baal Shem Tov – século XVII

.    Rabbi Moshe Luzzato – século XVIII

.    Rabbi Nachman de Breslav – século XVIII

.    Rabbi Yehuda Ashlag – início do século XX

.    Rabbi Yehuda Brandwein – metade do século XX

.    Rav & Karen Berg – século XXI