O Poder do Olhar | Kabbalah Centre Portugal

O Poder do Olhar

Il Potere dell'Occhio

Este ano, damos as boas vindas ao novo mês lunar de Tevet, ou Capricórnio, quase em simultâneo com a chegada do novo ano gregoriano de 2020! Embora os dois primeiros dias sejam iluminados pela energia de Chanukah, o dia santo das luzes, o mês lunar de Tevet é associado tradicionalmente com tempos desafiantes e pesados. Kabbalisticamente, é considerado um dos três meses mais negativos do ano. Mas, claro, o seu regente é o rígido Saturno, Shabbtai em hebraico, o sétimo planeta do nosso sistema solar, que governa leis, ordem, limitações e fronteiras.

 

Vamos examinar o que o Livro da Formação, ou Sefer Yetsira (a obra Kabbalística escrita mais antiga), tem a dizer sobre Capricórnio.

Ele fez a letra Ayin Reinar sobre a raiva

E Ele amarrou-lhe uma coroa

E Ele combinou um com o outro

E com elas Ele formou

Capricórnio no universo

Tevet no Ano

O fígado na Alma

Masculino e feminino

 

A letra aramaica que controla o signo de Capricórnio é a letra Ayin, que literalmente significa “olho”. O mês lunar é designado Tevet, que vem da palavra tov, ou seja, bom. Os kabbalistas ensinam que, de facto, o mês de Tevet é uma altura que pode cancelar ou anular o “mau olhado”. Ayin mais tov significa literalmente “bom olhado”, que é a fonte de todas as bênçãos. Este mês começa com todos nós a olhar para as velas Chanukah – trata-se do poder do olhar!

 

Quando pensamos sobre isto, todos os processos destrutivos começam com algum tipo de mau olhado, o julgamento que passamos através dos nossos olhos. Todas as formas de raiva e destruição têm origem naquele sítio. O olho vê, o cérebro julga e as acções seguem-se. No corpo, o órgão relacionado com a raiva é o fígado, e não é coincidência que antigamente, uma pessoa mal dispostas era descrita como  tendo “maus fígados”.

 

Quando estudamos mais atentamente Capricórnio, muitas vezes descobrimos que aqueles nascidos sob este signo entendem muitas das coisas como difíceis, ou mesmo negativas. O filtro através do qual eles vêem o mundo é complicado, portanto o antídoto é o comportamento oposto!

 

Além disso, os kabbalistas ensinam que aos dez anos de idade uma criança “salta como uma cabra”. Em aramaico, cabra é gdi - literalmente Capricórnio. Saltar para cima e para baixo “como uma cabra” é uma fase importante do processo de crescimento. O mês de Tevet relaciona-se sempre com o processo de crescimento saturnino, de um estado de imaturidade para um estado de maturidade. O “mau olhado” é realmente uma resposta muito imatura.

 

Em suma, o mês de Tevet representa uma oportunidade incrível para olhar para tudo e todos com um olhar positivo e bom e, assim, cancelar todos os potenciais julgamentos na nossa vida.

 

Como é que isto se reflecte no mapa deste mês? Bem, cinco planetas estão alinhados no pesado Capricórnio. Graças a Deus, os difíceis planetas em Capricórnio estão ensaduichados no mapa por Vénus já em Aquário, e Mercúrio ainda em Sagitário.

 

Júpiter e o Sol estão conjuntos, e a maioria dos planetas estão na quinta casa, também regida pelo Sol. Que bela oportunidade para crescermos, para expandir os nossos horizontes. Além disso, o rebelde Urano está no meio do céu do mapa e angular face a Júpiter e à Lua, oferecendo-nos uma oportunidade incrível para sair das nossas caixas e ir além das nossas limitações. Pense nisso como tornar a nossa visão para longo alcance, por oposição a míope. Como Júpiter já entrou em Capricórnio, todas as questões de fé, certeza e espiritualidade são fortalecidas, e isso continuará a ser uma tendência para todo o ano de 2020.

 

Assim, o plano deste mês é em primeiro lugar tornar-nos mais conscientes da nossa visão “estreita” e “olhar menos positivo”. Então, com Júpiter ao nosso lado, podemos dar um salto de fé e permitir que o cosmos pulverize toda a humanidade com bênçãos.

 

Um grande novo mês para todos!

 

Por Yael Yardeni