O QUE É A KABBALAH? | Kabbalah Centre Portugal

O QUE É A KABBALAH?

 

A palavra Kabbalah significa muitas coisas diferentes para pessoas muito diferentes. Em síntese, é uma sabedoria antiga que revela como o universo e a vida funcionam. No sentido literal, a palavra Kabbalah significa “receber”. É o estudo sobre como receber a plenitude nas nossas vidas.

 

Às vezes descuramos o fato de não termos alcançado um estado tão pleno quanto gostaríamos. Estes sentimentos já dominaram muitas pessoas em algum momento das suas vidas. E, infelizmente, quanto mais arduamente lutamos para atingir essa plenitude, mais ela nos escapa.

Mas quando falamos sobre plenitude, não nos referimos a ser feliz ou usufruir de um sentimento de bem-estar de forma temporária, porque todos nós já sentimos momentos de felicidade. Quando falamos sobre uma conexão à energia da plenitude, significa mantermos essa conexão de forma duradoura e ininterrupta.

 

A Kabbalah é um paradigma de vida antigo e, ao mesmo tempo, inteiramente novo. A Kabbalah ensina que todos os ramos das nossas vidas - saúde, relacionamentos, negócios - emanam do mesmo tronco e da mesma raíz. É a tecnologia de como o universo funciona a um nível interno. É, de fato, uma nova maneira de olhar para o mundo, que poderá conectá-lo ao tipo de plenitude permanente do qual pode estar à procura.

 

No que diz respeito à Kabbalah, a prova está nos resultados. O conhecimento que o site kabbalah.com disponibiliza, as informações que lhe fornecemos e as ferramentas que partilhamos consigo devem ter resultados práticos na sua vida, resultados que consiga sentir.

Uma das coisas mais agradáveis sobre estudar Kabbalah é que não requer que abandone a sua fé ou caminho espiritual actual. A Kabbalah irá apenas aprofundar o seu entendimento do Universo e fornecer-lhe mais informações e ferramentas para compreender por que é que algumas coisas lhe acontecem, como pode alcançar uma melhor conexão à Luz do Criador e receber a plenitude que procura.

 

A Kabbalah ensina princípios universais que se aplicam a todas as pessoas, de todas as crenças e religiões, independentemente da sua etnia ou origem. A beleza de estudar Kabbalah está no fato de não ser forçado a pensar de uma forma particular. Tudo o que podemos fazer é simplesmente partilhar informações consigo e esperar que as aplique na sua vida com o intuito de a melhorar. Esse é o propósito de tudo o que irá encontrar no site kabbalah.com.

 

ONDE QUEREMOS CHEGAR?

Todos queremos compreender-nos melhor, viver vidas mais plenas, passar por experiências enriquecedoras a respeito de quem somos e sobre o porquê de estarmos aqui. Todos desejamos ser felizes e, na verdade, quase todos queremos as mesmas coisas na vida:

.  queremos amar e ser amados;

.  queremos ter os melhores relacionamentos;

.  queremos disfrutar de recursos financeiros e sentirmo-nos seguros;

.  queremos saúde em abundância;

.  queremos que os nossos filhos sejam felizes e estejam a salvo…

…e todos nós temos dúvidas, tantas dúvidas. Bem lá no fundo, todos queremos compreender o significado das nossas vidas.

 

Quando era criança, deve ter-se perguntado: “Por que razão nasci? Qual o propósito da minha vida?” Depois crescemos e ficamos ocupados. Precisamos de pagar a renda, construir uma vida, construir uma carreira, comprar comida. Às vezes, devido à exaustão, tornamo-nos escravos da rotina, de uma existência robótica, e paramos de fazer as perguntas profundas que nos fascinavam enquanto crianças.

Mas tem de ser assim? Não seria muito melhor se tivéssemos continuado a crescer e a evoluir, a questionar-nos e a definir o nosso propósito na vida? Se estivéssemos em conexão com o nosso verdadeiro potencial?

 

De certa forma, todos nos resignamos aos altos e baixos da vida. Um dia,  sentimo-nos bem connosco próprios; no dia seguinte, estamos um pouco deprimidos. Um dia, estamos felizes com o(a) nosso(a) companheiro(a); no dia seguinte, terminamos com essa pessoa. Num dia, temos dinheiro na conta bancária; no dia seguinte, desaparece.

 

Mas a vida tem de ser tão atribulada? Podem as situações ter início num ponto e, a partir daí, melhorarem continuamente todos os dias? Será possível? Existe alguma maneira de alcançar o que desejo na vida?

Sim, existe. E não só - tem sempre a oportunidade de alterar o seu destino e alcançar o seu verdadeiro potencial. Qualquer um é capaz – ninguém é demasiado jovem, demasiado velho ou demasiado preso à sua maneira de ser! Todos temos a capacidade de encontrar significado e de alcançar a plenitude para além dos nossos sonhos ou fantasias mais ousadas. Não é preciso viver como um robot ou uma vítima, ou sentir-se confuso com uma vida que parece sem propósito ou cheia de altos e baixos aleatórios. Não existem limites; pode voar alto.

Como? Na nossa humilde opinião, um dos caminhos é a sabedoria da Kabbalah.

 

SABEDORIA ANTIGA

Há aproximadamente 4.000 anos, um conjunto de princípios espirituais foi transmitido à Humanidade num momento de revelação divina. Estas antigas revelações libertaram todos os mistérios da humanidade; o código secreto que governa o universo. É a grande Teoria Unificada perseguida por Einstein. É um incrível sistema de lógica e uma tecnologia fenomenal que pode alterar o modo como encara a sua vida. É o documento sagrado mais antigo existente, repleto de sabedoria. Este extraordinário e poderoso conjunto de ferramentas é conhecido como Kabbalah – o manual original de instruções para a vida.

Nos últimos anos, milhões de homens e mulheres no mundo inteiro descobriram a Kabbalah e transformaram drasticamente as suas vidas. A Kabbalah é a magia que também irá transformar a sua vida. Os seus princípios intemporais são aplicáveis a todos aqueles que procuram a plenitude.

 

A Kabbalah também significa libertar-se do caos e viver o universo da forma que o Criador planeou que o fizesse. Ao aprender Kabbalah irá compreender o que significa de fato o caos, os desafios, as dificuldades, as decepções que o desequilibram todos os dias. E dar-se-á conta que isto nunca deveria ter feito parte da sua vida. Além disso, descobrirá poderosas ferramentas para eliminar o caos e substituí-lo por harmonia, amor e plenitude.

 

O nosso universo físico funciona de acordo com um conjunto claro de leis espirituais. Pode não estar consciente das leis que o governam; leis cujo poder se encontra disponível diariamente para si. Agora, com a sabedoria da Kabbalah, essas leis espirituais são-lhe explicadas de forma compreensível. Será capaz de perceber melhor o sentido da sua vida e estará melhor equipado para vivê-la sem sofrer demasiado caos. Esta é a magia, o poder que a Kabbalah lhe oferece.

De fato, está prestes a descobrir o significado oculto da vida.

 

Pode parecer improvável que um conhecimento transmitido pela primeira vez a pessoas que viveram há 4.000 anos possa ter alguma relevância para homens e mulheres do mundo atual.

Mas o fato é que necessitamos da sabedoria da Kabbalah, agora mais do que em qualquer outra época da nossa história. A Kabbalah não é uma religião, não é um dogma nem tão pouco um sistema de crenças ao qual tenha que aderir. Mais importante ainda, não é uma opinião pessoal sobre como o universo funciona. Trata-se simplesmente de um conhecimento intemporal cujo tempo finalmente chegou.

 

O SEGREDO REVELADO

Os ensinamentos que formam a base da Kabbalah existem desde o princípio dos tempos, mas o seu primeiro registo escrito é chamado “O Livro da Formação”. Este documento antigo, escrito há 4.000 anos, tenta ajudar-nos a compreender os segredos do nosso universo, mas se o abríssemos para tentar compreender as nossas vidas e por que as coisas muitas vezes não correm como esperamos, teríamos grande dificuldade em conseguir decifrar algum significado.

Contudo, há dois mil anos, o conjunto principal de ensinamentos da Kabbalah, chamado “O Zohar” ou “O Livro do Esplendor”, foi revelado e manifestado em Israel, pelo místico Rabbi Shimon Bar Yochai. O conhecimento de como o universo funciona está contido na Torah (também conhecida como “Os Cinco Livros de Moshe” ou “O Velho Testamento”), porém o Rabbi Shimon explica que todas as suas histórias não devem ser compreendidas apenas no seu sentido literal.

Pelo contrário, são analogias ou um código sobre como o universo funciona num sentido espiritual. A codificação foi realizada com o propósito de nos ensinar que, para podermos alcançar a plenitude, devemos procurar um sentido mais profundo. O Zohar decifra as antigas escrituras. De fato, capítulo por capítulo, este explica o verdadeiro significado espiritual contido em cada história bíblica.

 

Durante séculos, o estudo da Kabbalah foi realizado estritamente por homens judeus instruídos, com idade acima de quarenta anos, e proibido a todos os outros. Porém não era fácil para eles. Foram rejeitados pelo poder religioso instituído em resultado dos seus esforços para tornar a Kabbalah e o ensinamento do Zohar disponível a homens de todas as posições sociais, muitos foram torturados e as suas vidas arruinadas.

 

Esta tradição de conhecimento secreto perdurou até 1968, quando o Rav Berg (Rav é simplesmente outra forma de dizer Professor) se tornou, pela primeira vez, diretor do Kabbalah Centre. Naquela altura, ele e a sua mulher insistiram em abrir o conhecimento da Kabbalah a todos, independentemente da raça, género ou crença religiosa. Quando estamos num caminho espiritual, procuramos estabelecer ligação com o Espírito. Este espírito não possui um nome; não é cristão, judeu ou budista ou qualquer outra descrição limitadora. É simplesmente Espírito, muito além dos limites de qualquer crença em particular. E não possui género. Todas as pessoas deveriam poder ligar-se a esta sabedoria da mesma forma.

 

Não foi fácil abrir os ensinamentos da Kabbalah ao mundo inteiro. Historicamente, a Kabbalah tem sido reservada unicamente para os estudiosos mais avançados. E, ao torná-la disponível a qualquer pessoa que estivesse interessada, estavam a desafiar uma tradição com 4.000 anos. Mas apesar das suas dificuldades, o estudo da Kabbalah tornou-se cada vez mais conhecido, e o Kabbalah Centre cresceu de uma pequena e exclusiva organização em Israel para uma entidade internacional, com 25 filiais que proporcionaram instrução a aproximadamente quatro milhões de alunos.