O segredo da certeza | Kabbalah Centre Portugal

O segredo da certeza

A grande Luz dos 72 Nomes de Deus, os canais através dos quais os milagres são despertados, é revelada no Shabbat Beshalach, o Shabbat da Abertura do Mar. Existem numerosos ensinamentos poderosos sobre esta porção, mas eu gostaria de partilhar um do Maharal, que acho ser particularmente bonito.

 


Após o milagre da Abertura do Mar, os Israelitas cantaram uma canção, cuja primeira palavra é Az. E o Maharal diz que esta palavra, com duas letras, é realmente o segredo da certeza. Porquê? Porque Aleph, a primeira letra de Az, representa a Luz do Criador, aquela Luz que é tudo; e a última letra, Zayin, explica ele, representa o número sete e como as coisas se manifestam; as sete Sefirot inferiores, ou emanações, da que é chamada a Árvore da Vida, são os níveis através dos quais as coisas se manifestam neste mundo físico.

 

A palavra Az representa a consciência de sempre ver a Luz do Criador acima de tudo o que está a acontecer, não importa quão terrível ou perturbador possa parecer. Para que o milagre da Abertura do Mar ocorresse, este era o lugar de consciência a que os Israelitas tinham de chegar. Claro que, para os Israelitas, o mar, que nesta situação representa Zayin, parecia horrível. Mas quando os Egípcios vinham na sua direção, querendo matá-los, os Israelitas tinham que saber, com absoluta certeza, que Aleph, a Luz do Criador, estava acima de tudo aquilo e, portanto, não era possível que qualquer dano vindo do mar pudesse chegar até eles.

 

Já antes falamos sobre como a Redenção Final, a remoção da dor, do sofrimento e da morte deste mundo, só pode ocorrer através da certeza. Mas porquê? O Maharal diz-nos que, através da certeza, a pessoa se coneta na totalidade com a Luz do Criador, ligando-se ao Mundo Infinito. Através da certeza, a pessoa eleva-se e pode remover-se deste mundo; como tal, a consciência da certeza é o que eleva a pessoa e, finalmente, toda a humanidade, das garras da dor, do sofrimento e da morte. Assim, a Redenção Final  há-de vir quando nós, através do trabalho da certeza, nos elevarmos e nos ligarmos à essência da Luz do Criador.

 

Esse é o segredo da palavra Az e o segredo da certeza: tudo o que é separado neste mundo físico subitamente se eleva para a Luz. No momento antes do mar se abrir, todos os Israelitas deixaram para trás fosse o que fosse em que acreditavam. Tornara-se claro que existe apenas uma fonte de bênçãos e de protecção e só então viveram o milagre. Como tal, em todos os Shabbat Beshalach, em todos os Shabbat dos 72 Nomes e da Abertura do Mar, podemos conectar-nos com o segredo da palavra Az, a verdade e a essência da certeza.Tal como os Israelitas, podemos elevar-nos, deixando para trás todas as outras coisas de que dependemos. É um Shabbat em que podemos renovar o nosso foco em lutar e criar o alicerce do nosso trabalho espiritual, preenchidos pela força da certeza. Essa deve ser a base de todos os dias das nossas vidas, porque, como aprendemos, é isso que nos liga ao Infinito, e quando nos ligamos ao Infinito, abrimos todos os portões das bênçãos para nós mesmos. Mas, mais importante ainda, quando um número suficiente de nós faz isso colectivamente, podemos elevar o mundo inteiro connosco.