Turbinar as nossas orações | Kabbalah Centre Portugal

Turbinar as nossas orações

Entramos no Shabat Va'etchanan com o poder que achamos que temos de sermos capazes de usar a oração para efetuar uma mudança real, mas sairemos dele, esperamos, com uma capacidade completamente diferente e muito mais elevada de atrair assistência para nós e para os outros através de orações e meditação.

 

Na história de Va'etchanan, o Criador diz a Moisés que não será ele a levar os Israelitas para a Terra de Israel, e diz que Moisés orou e pediu ao Criador pelo menos 515 vezes para o deixar entrar. E Va'etchanan tem o valor numérico de 515. Então, qual é o segredo desse número, 515? Por que razão essa é a quantidade de vezes que Moisés implorou ao Criador?

 

Em oração, é-nos dito que um anjo leva o nosso pedido aos Mundos Superiores. O número quinhentos representa os mundos e as dimensões através das quais um anjo com o nosso pedido tem que ir com a oração, e quinze é o valor numérico do Yud Hey , que é o combustível que dá ao anjo a capacidade de subir e de se elevar com o nosso pedido, de obter a resposta, e depois permitir que a Luz desça até nós. 

 

O que significa que toda as vezes que oramos, é importante meditarmos no número 515; é um segredo que Moisés nos dá. Quando o fazemos, meditamos no processo espiritual de forma a capacitar o anjo a elevar-se às quinhentas dimensões, que é a única forma de a Luz necessária para responder à nossa oração ser trazida de volta. Nós também temos que alimentar o anjo com o Yud Hey , pois isso vai dar-lhe a energia e o impulso para percorrer as quinhentas dimensões espirituais e ser capaz de trazer a Luz da cura, ou qualquer que seja o pedido, de volta a este mundo.

 

Portanto, a palavra Va'etchanan , 515, o valor numérico, é o segredo da consciência que precisamos de ter para  abastecer as nossas orações e para que elas sejam poderosas. Temos de saber que, quando estamos a pedir esta cura, ela vem de quinhentas dimensões acima de nós. Há um anjo a quem pedimos auxílio, mas sabemos que, para lhe dar a força necessária para elevar a nossa oração, temos que meditar em Yud Hey e dar-lhe a capacidade de se elevar. E então, com a ajuda da Luz do Criador, o anjo é capaz de se elevar e trazer a este mundo a Luz da cura ou qualquer outro pedido que tenhamos feito.

 

O segredo da oração é-nos dado no Shabat Va'etchanan; a consciência e a meditação que permitem que as nossas orações sejam alimentadas e depois respondidas, estão neste Shabbat. Para que as nossas orações sejam elevadas pelos anjos, temos que meditar, invocar e despertar a Luz de Yud Hey. Ao fazê-lo, precisamos de estar conscientes de que estamos a injetar esse poder no anjo que agora vai levar o nosso pedido àquelas 500 dimensões, os 500 mundos, e trazê-lo para a nossa vida, ou para a vida da pessoa para quem pedimos uma bênção.